top of page

(54)3028-4208

(54)99956-3256

1024px-WhatsApp_logo-color-vertical.svg.

A Teoria do Apego

A teoria do apego estuda os vínculos que os bebês formam com suas mães e cuidadores, mas também se estende aos vínculos entre adultos. Um apego seguro pode também criar uma relação segura onde ambos sentem a segurança de ter um ao outro quando necessário.

John Bowlby (1907-1990) foi um psicólogo, psiquiatra e psicanalista britânico, notável por seu interesse no desenvolvimento infantil e por seu trabalho na teoria do apego. Bowlby, em um de seus livros, traz em seus estudos que:


“Ao longo da vida adulta, a disponibilidade de uma figura de apego responsiva continua sendo a fonte do sentimento de segurança de uma pessoa. Todos nós, do berço ao túmulo, somos mais felizes quando a vida é organizada como uma série de excursões, longas ou curtas, partindo da base segura fornecida por nossas figuras de apego.”

– JOHN BOWLBY (1988, P. 62)


Na teoria do apego, podemos encontrar dois tipos de dependência: a construtiva e a destrutiva. A dependência construtiva é originada a partir do apego seguro, que se baseia na resposta positiva das três perguntas abaixo. Utilizando o anacrônico A.R.E:


Acessibilidade: Posso me aproximar de você? Receptividade: Posso contar com você para me apoiar emocionalmente?

Engajamento: Eu sei que você vai me valorizar e continuar disponível?


Já em uma relação com uma base de um apego inseguro, se constituirá uma dependência destrutiva. Podemos notar isso quando temos uma resposta negativa para os mesmos questionamentos acima. Por exemplo, quando nos deparamos com a narrativa de que nosso companheiro não estará aqui por nós, podemos sentir o medo de que esta relação está em risco. Mediante isso, geramos reações de ciúmes de protestos ou de afastamento.

Construir uma base segura com os outros pode promover um forte senso de identidade, autoeficácia e resiliência ao estresse. Conexões seguras podem facilitar o desenvolvimento de relacionamentos de dependência eficazes e construtivos, onde outras pessoas podem se tornar recursos valiosos para desenvolver uma autoestima positiva.

Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page