top of page

(54)3028-4208

(54)99956-3256

1024px-WhatsApp_logo-color-vertical.svg.

O ciclo da raiva

O ciclo da raiva pode ser especialmente difícil em um casamento, onde a intimidade e a proximidade emocional podem aumentar a intensidade das emoções. Em um relacionamento conjugal, a raiva pode ser desencadeada por uma variedade de motivos, desde pequenos conflitos cotidianos até problemas mais profundos de confiança e compromisso. Assim, a raiva pode ser vista também como formas de protesto a fim de uma forma desesperada de querer mudar o relacionamento.

O ciclo negativo é um efeito comum da raiva no casamento, que mantém os parceiros prisioneiros a esse padrão de comportamento.

“Os casais se aprisionam num círculo vicioso porque não recebem, um do outro, aquilo de que precisam e tendem a aumentar as formas de protesto”.

Quando as necessidades de afeto não são atendidas, o casal fica preso em estados constantes como a frustração, a desvalia e a desconexão. A falta de preenchimento dessas necessidades é um dos problemas centrais de qualquer relacionamento marcado pela raiva.

A chave para interromper o ciclo da raiva em um casamento é aprender a lidar com as emoções de forma mais construtiva. Isso pode envolver a prática de habilidades de comunicação saudáveis, como ouvir ativamente, expressar seus sentimentos de maneira clara, respeitosa e vulnerável, evitando ataques pessoais ou críticas. Também pode ser útil trabalhar com um terapeuta de casais ou outro profissional para identificar os gatilhos emocionais e desenvolver estratégias para lidar com a raiva e outras emoções de maneira mais construtiva.

A terapia de casal pode ser uma ferramenta valiosa para ajudar a interromper o ciclo da raiva em um casamento, pois um terapeuta pode ajudar a identificar padrões de comunicação prejudiciais, oferecendo apoio para a melhora da comunicação, a fim de reduzir a frequência e a intensidade dos conflitos negativos.


“A chave para abrir os cadeados de uma união raivosa é a revelação dessas necessidades inconscientes, para encontrar o ‘pedaço que falta’ e preencher o ‘vazio da frustração’.”

Kommentare


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page